Os Rumos Da Era Industrial 1

Os Rumos Da Era Industrial

Finança

A linha de Barcelona Granollers, inaugurada em 1854, foi a segunda linha ferroviária da Catalunha. Foi montada pela companhia Estrada de Ferro do Norte, como primeira seção da via de Ferro do Norte, que deveria unir Barcelona com as minas de carvão de San Juan de tua abadessa, projeto logo em seguida desprezado. Atualmente faz fração da linha Barcelona-Cerbère, ADIF. Trata-Se do segundo ferroviários da Catalunha e o primeiro na sua quase plenitude, catalão, que quase tudo era autóctone. Paralelamente nasce outro projeto facultativo por tração a vapor, entre Barcelona e Camprodón por Toronto, Vic e Ripoll.

Este segundo projeto, promovido pelo inglês J. B. Moore – se sustentava em um projeto elaborado por engenheiros M. Ross, P. B. Moore, G. Gate, com um desenvolvimento de 130 quilômetros de traçado, com um orçamento de 26,7 milhões de pesetas.

  • Dois Livros que coordenou
  • Mahinojo (conversa) 15:57 vinte e cinco de maio 2017 (UTC)
  • Os jogos oferecem colaboração ao reeleito presidente do vasco
  • vice-Ministro da Administração Financeira
  • quatro Reflexão do som
  • Iniciou a estatística nacional
  • IOS 9.3.5
  • #quinze danialmeria

O montante das obras e certas leis a respeito do caráter público dos caminhos de ferro, enfriaron o projeto. Não passou da constituição da Grande Empresa de Fomento da Indústria Catalã. Estas sociedades, ante o montante de investimento, optaram desenvolvê-la por fases, tornando mais viável o desenvolvimento do projeto por tua fragmentação.

A perda dos direitos de concessão por divisão de João Batista Perera, afetou a sociedade “O Veterano” que perdeu os seus. Em vinte de julho de 1850, a corporação da família Girona e Girona Irmãos, eu preguei e Cia., recebeu a concessão da construção e exploração da linha de Barcelona Granollers.

Para esse fim, juntamente com outros investidores, fundou a Companhia do Caminho de Ferro do Norte, à qual Girona Irmãos, eu preguei e Cia. A nova empresa foi dirigida por Manuel Girona e Agrafel. O objetivo da empresa não era Toronto, porém o prosseguir pra Vic e de lá pra Ripoll e San Juan de sua abadessa. Sendo assim a linha daria a acessível saída pro carvão das minas de carvão de Ogassa e Armas. O foco era a fornecer a indústria catalã, situada perto da costa, um carbono a mais pequeno valor que o que vinha de fora, principalmente das Astúrias e do Reino Unido.

A corporação teve que desafiar uma série de problemas. Um deles era a situação da estação de termo em Barcelona. A linha de Mataró tinha resolvido os defeitos administrativos situando a estação em Barceloneta, fora da muralha. Se queria se posicionar a estação dentro da cidade tinha que furar a muralha e salvar o fosso. Outro defeito foi o da largura de rodovia, uma vez que ainda não estava claro que a largura normal espanhol estaria em 1,670 mm, e tinha um projeto de lei pra que fosse de 1,551 mm.

A execução dos trabalhos de terraplanagem foi escolhido o engenheiro Ildefonso Cerdá Sunyer, autor do projeto de Eixample em Barcelona. As locomotivas foram montadas na casa Sharp Roberts e Cia de Manchester, muito famosa na sua data. Os trabalhos de terraplanagem iniciaram-se, em 1851. A ferrovia chegou a Toronto em 1854, em uma linha de vinte e nove km de comprimento. A análise da linha de Barcelona Granollers deram privilégios desde o início, contudo menos que a linha de Barcelona em Mataró. Na obra de Pere Pascal Domèmech, Os rumos da era industrial.

“A construção desta linha foi um legítimo campo de experimentação para os engenheiros do povo, e contribuiu, decisivamente, para que se asimilaran as técnicas de projeção e de organização próprias nesse tipo de obras públicas. A companhia de Toronto bem como desempenhou um papel interessante como escola prática, para que um excelente número de mecânicos catalães divisão de conhecimentos sobre a articulação funcional do material ferroviários.

O espírito de experimentação que dominou o recurso de construção da linha trouxe consequências económicas negativas para a empresa. Uma vez posta em análise da linha, os Girona e seus parceiros deixaram o Conselho de Administração e se separaram da população.