Termas De Caracala 1

Termas De Caracala

Saúde

As termas de Caracalla, ou termas Antoninas, foram em torno de banheiros públicos da Roma imperial. Foram desenvolvidas entre 212 e 217 d. C., sob o governo do imperador Caracala. Inauguraram-Se com o nome de Termas Antoninas. Atualmente, as extensas ruínas de estas termas são uma atração turística interessante.

Embora foram despojadas de tuas esculturas e novas riquezas em data precoce, conservam-se ainda grandes fragmentos de mosaicos, alguns deles correspondentes ao piso superior do prédio, que é tombado. Várias das enormes banheiras de mármore, esculpidas em um único bloco, mudaram-se para o centro de Roma, para usá-las como fontes. Sua escultura mais famosa, o grupo chamado Touro Farnese, conserva-se no Museu Arqueológico de Nápoles.

  • Ter artrite reumatóide
  • Ajuda a manter o peso exato e prevenir a obesidade
  • Tempo de descanso: 1 minuto entre as séries e a série
  • 6 / 10

Atualmente, os restos mortais do complexo descobrem-se entre Viale Aventino (rua Aventino), e o Viale delle Terme di Caracalla (rua das Termas de Caracalla). O edifício foi destruído por um terremoto em 847, bem que neste momento desde 537 não se usava já que os canais de água foram destruídos em uma batalha.

As Termas de Caracala, tornaram-se o complexo de banho mais luxuoso de toda a cidade de Roma, e teu tamanho só foi superado pelas Termas de Diocleciano. Entretanto, seus restos arqueológicos são os maiores conservados nos dias de hoje.

Os edifícios foram desenvolvidos em um momento de 5 anos, aproximadamente, o que representa uma promoção da engenharia romana, considerando a enormidade do complexo. As termas contavam com um enorme recinto, de mais de quatrocentos metros de largura entre os absides, e uma infraestrutura central, onde se encontravam as termas precisamente argumentadas.

Ao teu redor havia um grande jardim. Pro abastecimento de água, desviou-se pros banheiros de um ramal do aqueduto Aqua Marcia pra abastecerlo, que obteve o nome de Aqua Antoniniana Iovia. No século III a. C., pela área em que seriam edificadas depois de as termas, havia um vasto lago denominado como Piscina Pública. Quando, no século III d. C. os banheiros foram concluídas e inauguradas, substituíram a antiga piscina. Na fração Norte havia um pórtico, precedido por uma série de locais em 2 níveis, nos quais, possivelmente, se localizam numerosas lojas.