A Vasto Organização Se intensifica Teu Apetite De 'start-ups' 1

A Vasto Organização Se intensifica Teu Apetite De ‘start-ups’

Negócios

nas últimas semanas, três organizações digitais catalãs foram comercializadas para multinacionais do setor (Promofarma para a suíça Zur Rose; Uvinum a Pernod Ricard, e Captio norte-americana Certify). Barcelona está muito ligeiro. E entre todas as tendências, confluem 2: start-ups que atingiu de imediato níveis de maturação suficientes e organizações tradicionais ávidas de inovação.

“As corporações baseadas pela economia usual descobriram que, em vez de aguardar que as modificações se impulsionem a começar por dentro, podem juntar talento e ideias comprando start-ups. Veremos mais operações nesta linha”, diz Miquel Martí, ceo do Barcelona Tech City.

  • auto-rodovia de 4 pistas Villahermosa – Coatzacoalcos
  • 2 Bloco Convergência pra um Melhor Estado
  • um Item gramatical
  • Auxílio por estabelecimento de trabalhador autônomo ou por conta própria
  • 4 Modo comportamental

Acrescenta que deste modo se explica a presença de Seat, Caixabank, Gás Natural, a KPMG ou Accenture no Pier 01: “Pela linha de almejar estar perto do novo talento e outras idéias, entendidas como modelos de negócio”. Outro exemplo desta colaboração: Forcadell tem liderado esta semana uma rodada de 550.000 euros na plataforma Eelp (para gerir recados no celular), desenvolvida em Nuclio Venture Builder.

O fenômeno não é novo. “Barcelona a toda a hora foi uma cidade de pequenas e médias empresas e empreendedores com vocação internacional, e sem demora, com a revolução tecnológica, as chamamos de start-ups e empreendedores, contudo a todo o momento esteve no nosso DNA”, diz o presidente do Barcelona Tech City, Miguel Vicente.

Entretanto, hoje, tudo vai mais rápido. “Nesta ocasião, em quinze meses, você poderá atingir uma classificação de 20 milhões, o que antes tardabas cinco ou sete anos”, explica Carlos Branco, empreendedor e investidor. Considera-se que, em grande quantidade, é em razão de “as pessoas que estamos gerando s tart-ups neste instante o fizemos antes, neste momento conhecemos as alavancas de progresso”. Privalia, fundada em 2006, foi comercializado, em 2016, mais de quatrocentos milhões. Glovo, criada no início de 2016, realizou neste verão uma ronda pra uma classificação superior a 300 milhões. “Quando um investidor investe em uma start-up, entra pra depois sair”, recorda Carlos Branco. Acredita-se que o tempo de presença de um fundo, tem que estar entre seis e oito anos de idade.

As situações pessoais de cada empreendedor provocam muito as decisões que toma na organização: vender um pacote de ações, toda a empresa, ou esperar”. “Você não pode centrar a sua estratégia em pesquisa de um unicórnio, ou em perseguir uma extenso operação.

O grosso do mercado está nas operações entre os quinze e os cinquenta milhões de euros”, diz Carlos Conti, parceiro de Inveready. “E nesta ocasião, este número está subindo”. “Já há liquidez, e quem está comprando são os corporate do setor. O novo desafio é montar grandes grupos neste local”.